Desratização

serviços

No combate aos ratos, a Ambinorma apresenta um Plano de Gestão de Pragas que considera os seguintes aspetos:

  • Modificações permanentes ou temporárias dos elementos ambientais que contribuam para a proliferação das pragas;
  • Transformações físicas permanentes do meio ambiental, de modo a prevenir, eliminar e mitigar as pragas, sem causar impacto nos seres humanos e espécies não-alvo;
  • Zonas de Condutas e Canalizações e Esgotos (fixação de iscos) - Criação de uma cintura de proteção para evitar reifestações através dos reconhecimentos do local (avaliação da existência de pragas, grau de infestação e definição dos pontos de monotorização);
  • Zona de Cintura e Proteção (espaços exteriores de instalações e edifícios) - Controlo das zonas estruturais existentes no subsolo, com incidência nas caixas de esgoto, sarjetas e rede de esgoto para evitar o acesso;
  • Zona de Interiores (interiores de instalações e edifícios) - Identificação dos locais de risco, entradas do exterior (calhas técnicas, arrumos, coretes, tetos falsos, etc.);
  • Manipulação Ambiental Temporária - Condições temporariamente favoráveis para a proliferação dos ratos, (armazenamento de produtos resíduos, estado da vegetação na zona envolvente às instalações).